sábado, julho 13, 2013

[Parte 2] Vivendo na Coreia do Sul


Depois do desastre nos aeroportos (parte 1), e com pouca dificuldade de me adaptar com o fuso horário, eu fiquei super tranquila e ansiosa pra sair. Senti uma emoção tão grande de ir á padaria comprar pão pro café, estava tocando SHINee, já sorri na hora, assim como nos supermercados, sempre esta tocando k-pop ou k-indie, musicas tranquilas. Lembro também que o inglês da maioria dos coreanos é péssimo, exceto em Seoul que tem bastante funcionários nos estabelecimentos que falam a língua, facilitou muito, mas nas cidades pequenas muitas vezes me comuniquei por mimica. Meu coreano é o básico do básico mesmo, o que sei pelo k-pop e o que eu estudei enquanto viajava pra lá. 


Conheci muitos templos, são lindos, quase pré-históricos e acho que todos que visitam a Coréia devem conhecer, apreciar a beleza da cultura. Fui também á vários aquários, o Busan Aquarium é tão lindo, Coex Aquarium também, porém menor. Conheci o Parque Nacional Hallyo, é um lugar incrível, porém acho que é mais legal de se aproveitar no verão. As ruas são lindas, não são compridas e sim bem estreitas, sempre tem muitos restaurantes nos vilarejos, cidade grande, aonde quer que você vá. A maioria é de comida coreana mesmo, sempre tem aquário com vários tipos de frutos do mar. Então você escolhe o que quer comer e a pessoa retira o animal vivo e depois o cozinha. Eu particularmente não tive coragem de experimentar, eu ia muito no Quiznos, é como se fosse subway, só que mil vezes melhor, é uma pena não ter no Brasil. Comia pizza também, tudo muito apimentado, marca registrada deles. Voltando pra culinária coreana, o que eu experimentei foi o Kimchi que muitos acham que é ruim, mas eu particularmente gostei, estranhei um pouco mas toda refeição que você faz vem o kimchi como acompanhamento, então eu me acostumei rápido, hoje em dia sinto falta. O bibimbap também é gostoso, é basicamente uma mistura de verduras, arroz e carne. Experimentei uma sopa de kimchi também chamada Kimchi jjigae, tem o gosto fortíssimo, não gostei tanto de sopas, no geral a comida tem um gosto bem forte, não é fácil de se adaptar, então eu experimentei pra tirar a curiosidade, mas confesso que vivia nos fast food da vida, o Mc Donalds na Coréia é vazio, chega a ser assustador, e muito barato, eu pagava 5 mil wons em um lanche com coca e batatinha (equivale a quase 10 reais só). 
Em Seoul tem um restaurante com comida brasileira, e toca mpb, achei tão incrível, eles procuram além da culinária deles levar um pouco do mundo todo. 


Agora voltando pra parte divertida, eu desde pequena adorava dinossauros, então minha tia me levou no Goseong Dinosaur Park, que foi super divertido, uma das coisas que jamais vou esquecer e que também recomendo pra quem gosta de aventura, tinha tanto cinema 4D. Incrível! As cadeiras mexiam e eu parecia uma criança surtando, foi tão engraçado, eu com certeza quero voltar lá. Depois conheci o Memorial da Guerra que também foi muito interessante. Em Seoul conheci o tradicional Palácio Changgyeonggung que também é incrível. O bairro é maravilhoso, tem tanta gente nesse lugar, você vê pessoas do mundo todo e até os próprios coreanos vão muito lá. Na mesma noite passei pela ponte que possui o famoso jogo de luzes chamado “han river” é perfeito, uma das melhores coisas que já vi também. 
O dia é bom pra fazer esses passeios tranquilos em parques, conhecer mais a cultura. Agora a noite na Coréia é sem dúvidas a melhor, tudo iluminado, pessoas bonitas em todos os lugares, restaurantes lotados, shoppings também, foi ótimo conhecer a noite lá, peguei uma nevasca em que a temperatura estava -17 graus, tanto que pra mim hoje em dia esse frio que faz no Brasil nem chega perto da friagem de lá. Fui á famosa Rua Myeong-dong, comprei várias coisas lá, e tem várias lojinhas com cds’ dvd’s e posters de kpop, confesso que surtei muito. Dei uma breve passada por Gangnam e a cidade é extremamente maravilhosa de noite, foi uma pena não ter conhecido mais por lá. Fui á dois parques de diversões famosos que é o Lotte World e o Everland. Pensa em uma criança que foi em todos os brinquedos? Eu. Minha mãe, minha tia, o marido dela e meu primo me acompanharam em todos os passeios que citei, e no parque eles se cansaram de tanto andar comigo. No Everland tem um Zoológico incrível, conheci pinguins de perto, realizei tantos sonhos. Tem "casa do terror" que é realmente assustadora, montanhas-russas ENORMES. São parques incríveis e eu tenho certeza que no verão se aproveita muito mais, porém no inverno eles continuam lotados, tanto o Lotte world quanto o Everland. 


Não poderia ficar sem ir á uma pista de Ski, fomos para Muju, aonde tem um resort, eu tentei Snowboard, é tão difícil e divertido, caí horrores, fui com um grupo de brasileiros que trabalhavam junto com o meu tio, então eles levaram a família pra lá e assim me diverti bem mais, adorei conhecer uma pista de ski, fazia quase -19 graus, o frio é insuportável, dói os ossos por mais roupa quente e especial que se possa colocar, mas adorei a experiência, também recomendo. 
Homes plus é um dos lugares que eu mais ia, que é um “shopping” com supermercado, gostava do cinema 4D, sério eu na Coréia parecia mais uma criança do que qualquer coisa, fazia amizade com as criancinhas...aprendi bastante coisa. Adorava ir ao shinsegae de Busan, um dos maiores shoppings do mundo. Apesar de tudo lá ser muito caro, as marcas mais caras possíveis estão nesse shopping. Gostava mais de fazer compra no centro de Busan. Recomendo muito á quem for viajar pra Coréia não ficar só em Seoul, lá é com certeza a cidade mais incrível da Coréia, mas amei Busan, quando eu voltar pra lá quero muito ficar em Busan novamente, o hotel é caro em qualquer lugar, tem que saber muito bem aonde pesquisar e etc. Tive experiências maravilhosas, conheci muita gente bacana, eu "senti" muito o país, gostaria que todos que fossem pra lá tivessem a chance de ficar tanto tempo como eu fiquei, porque lá tem muita coisa pra fazer, muito lugar pra conhecer, muita atração turística, fui ao Estádio Olímpico de Seul, fiz questão de conhecer porque sei que alguns grupos que eu gosto fizeram show lá. É lindo e eu ainda patinei (tentei) no gelo, porém caía mais do que tudo. Não tem um dia que eu vivo, em que não me lembre de pelo menos alguma coisa da minha viagem. Todos os lugares em que eu fui eu com certeza voltarei algum dia, e vou conhecer os que eu não tive chance de conhecer também. 

Os três meses estavam quase chegando ao fim, eu não queria voltar pra casa, pro Brasil....


Continua...
KDOfficial - Não remova sem os devidos créditos!
Reações:

Um comentário:

  1. Olá!
    Espero que esteja super bem! Meu nome é Ruy sou ator, produtor e diretor de cinema. Vivo em Buenos Aires, onde trabalho produzindo algumas peças audiovisuais.

    Entre elas a surpreendente Web serie MUTE, criada por Alexia Garcia e Alexsandro Palermo, dois talentosos artistas brasileiros, residentes do Rio de Janeiro. A série em questão que bebe na fonte do cinema mudo, do teatro e da internet, segue em franca produção da primeira temporada. Nos próximos días será divulgado o novo episódio "Betrayal", recém saído do forno!

    E o mais incrível: recentemente a série recebeu três indicações no selecionadíssimo Festival da Coreia do Sul Kwebfest K웹페스트2016!!! Melhor fotografia, Melhor figurino e Melhor produção de arte são as categorias competitivas (http://kwebfest.com/eng/2016-official-nominations/?ckattempt=1).

    Porque estou contando tudo isso a vocês?

    Estamos nesse momento na América do Sul trabalhando neste, também em outros projetos e por este motivo, não estaremos presentes na abertura do evento para representar nossa série.

    Logo, estamos buscamos uma pessoa brasileira (fluente em inglês ou coreano) que seja estudante de Artes Audiovisuais, nas áreas de direção, atuação, produção, fotografia ou edição para representar o MUTE Web série - cujo link está logo abaixo - no festival mencionado.

    Esta pessoa será nossa representante na Asia. Ficará encarregada de dar entrevistas, comentando aspectos da produção, posando para fotos. Deverá também comprometer-se com ética e responsabilidade a reportar tudo por e-mail à produção da série. Será uma noite bastante interessante para quem está almejando ingressar no meio audiovisual, pois além de estar em contato virtual com os criadores da série, o evento permitirá uma visão abrangente do mercado artístico. Aos interessados, por favor, escrevam a ruyalbernaz@gmail.com para que possamos coordenar! 반갑습니다

    https://www.facebook.com/mutewebserie/videos

    http://kwebfest.com/eng/

    ResponderExcluir

Os comentários postados por usuários não expressam as opiniões da equipe do site.